NOSSA HISTÓRIA

EM NOVEMBRO de 1614, em lugar denominado Águas Boas, após a vitória dos portugueses sobre os franceses, foi realizada uma procissão em ação de graças a Nossa Senhora da Ajuda e iniciada a construção de sua Igreja.

Em 1688, fundou-se a Vila, posteriormente transferida para outro local, na margem direita do rio Munim, de acordo com solicitação do Congresso aprovada pela Corte Portuguesa através da Provisão Régia de 1758.

A Vila de Icatu, inicialmente, chamou-se Arrayal de Santa Maria de Guaxenduba, denominação dada pelo seu fundador Jerônimo d' Albuquerque Maranhão. Adquiriu categoria de Cidade em 1924.

Segundo Varnhagen, o topônimo Icatu ou Hycatu significa Pontes Boas. Já Ayres Casal atraduz por Águas Boas.

Gentílico: icatuense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Águas Boas, anteriormente a 1715.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Águas Boas, em janeiro de 1688. Com sedena antiga vila de Água Boas. Instalado em 1688.

Entre os anos de 1757 e 1759, confirmada pela lei provincial nº 7, de 29-04-1835, transfere asede da antiga vila de Águas Boas para Icatu.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, vila apareceu constituído de 3 distritos: Icatu, Axixá e Salgado.

Elevado à condição de cidade com a denominação de Icatu, pela lei estadual nº 1179, de 22-041924.

Pelo decreto estadual nº 75, de 22-04-1931, o município adquiriu o extinto município de Morros.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 2 distritos: Axixá e Morros. Não aparecendo o distrito de Salgado.

Pelo decreto estadual nº 844, de 12-06-1935, desmembra do município de Icatu os distritos de Axixá e Morros. Elevados à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1936, o município aparece constituído de 3 distritos: Icatu, Itapera e Tatuaba.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 2 distritos: Icatu e Itapera. Não aparecendo o distrito de Tatuaba.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Icatu e Itapera.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Fonte:IBGE




HINO DA CIDADE

 

Hino Municipal

LETRA DO HINO MUNICIPAL DE ICATU


MINHA QUERIDA ICATU,
RAINHA DO SOBERBO MUNIM,
NOS TEUS ANTEPASSADOS,
A HISTÓRIA DIZ ASSIM:
NO SÉCULO DEZESSETE,
QUANDO A ESQUADRA AQUI CHEGOU,
HOUVE UMA GRANDE LUTA,
E AREIA DE SANGUE MOLHOU.

CORO

TERRA DE SOL ARDENTE,
COM ROCHEDOS E MANGUEZAIS,
MURMURANDO A CORRENTEZA,
TUAS CRÔAS E CURRAIS.
GUERREIROS AMIGOS TOCAI TORÉ,
ELEVEMOS SEMPRE A DEUS,
NOSSO AMOR, NOSSA FÉ.

OH! MEU RINCÃO TÃO FELIZ,
QUE MORA SEMPRE EM MEU CORAÇÃO,
ICATU ABENÇOADA,
PELA VIRGEM CONCEIÇÃO,
TEUS CAMPOS VERDEJANTES,
TUAS ÁGUAS CRISTALINAS, ESTA TERRA JÁ FOI PALCO
DE BATALHAS E CHACINAS.

CORO

TERRA DE SOL ARDENTE,
COM ROCHEDOS E MANGUEZAIS,
MURMURANDO A CORRENTEZA,
TUAS CRÔAS E CURRAIS.
GUERREIROS AMIGOS TOCAI TORÉ,
ELEVEMOS SEMPRE A DEUS,
NOSSO AMOR, NOSSA FÉ.

 

VEJO ESTE LAGO SEM FIM,
CONTEMPLO TUA GRANDE BELEZA,
UM QUADRO TÃO SINGELO,
PELA PRÓPRIA NATUREZA,
SINGRANDO OS VERDES MARES,
SURGE O BRAVO PESCADO,
CULTIVANDO O SOLO FÉRTIL,
O INCANSÁVEL E BOM LAVRADOR.


CORO

TERRA DE SOL ARDENTE,
COM ROCHEDOS E MANGUEZAIS,
MURMURANDO A CORRENTEZA,
TUAS CRÔAS E CURRAIS.
GUERREIROS AMIGOS TOCAI TORÉ,
ELEVEMOS SEMPRE A DEUS,
NOSSO AMOR, NOSSA FÉ.


LEI DE CRIAÇÃO

MUNICÍPIO DE ICATÚ

Lei Nº 269 de 31 de Dezembro de 1948

a) Limites Municipais:

1 – Com a BAÍA DE SÃO JOSÉ e o OCEANO ATLÂNTICO:

Começa no meio da baía de São José, defronte à foz do rio Munim; segue pela linha do meio dessa baía em direção nordeste e continua até o limite das águas territoriais; prossegue por este limite, abrangendo as ilhas adjacentes à costa, até defrontar a noroeste da barra do Carapirá.

2 – Com o Município de HUMBERTO DE CAMPOS:

Começa no limite das águas territoriais brasileiras, defronte e a noroeste da barra do Carapirá; segue à barra referida e daí pelo meio da baía entre a costa e as Ilhas Carrapatal e outras, ficando as Ilhas Santana, Carrapatal e Grande para Humberto de Campos, e as Ilhas de Cotindiba, Sernambi e Jerimã para Icatú, e prossegue até a foz do rio Axuí; segue pelo talvegue desse rio, à montante, até sua cabeceira.

3 – Com o Município de MORROS:

Começa no lugar do marco, à cabeceira do rio Axuí; segue por um alinhamento sul-norte até o lugar do marco, onde entronca o alinhamento oeste-leste que se origina à foz do Igarapé Santa Rita, à margem direita do rio Munim.

4 – Com o Município de AXIXÁ:

Começa na foz do Igarapé Santa Rita, à margem direita do rio Munim; segue pelo talvegue do rio Munim, à jusante, até sua foz na baía de São José e prossegue até o meio da referida baía.

b) Divisas interdistritais:

1 – Entre os distritos de ICATÚ e ITAPERA:

Começa no meio da baía de São José, defronte à foz do rio Anajatuba; segue à foz desse rio e pelo seu talvegue, à montante, até sua cabeceira mais alta; daí, segue por um alinhamento reto ao lugar do marco, onde, no alinhamento oeste-leste que vem do Igarapé Santa Rita, à margem direita do rio Munim, entronca o alinhamento sul-norte, que parte da cabeceira do rio Axuí.
 

 


Este texto não substitui o original publicado em imprensa oficial.



Receba nossa Newsletter Deixe seu nome e e-mail